iTech - Soluções em Wireless e Componentes Eletrônicos

Posicionado entre os principais líderes de mercado

Esperamos que você encontre aqui tudo o que precisa, entre produtos, suporte técnico e confiança. Esses são os verdadeiros componentes de uma parceria completa. Se precisar, entre em contato conosco. Estamos a todo o momento à sua disposição.

Grupo iTech - Soluções em Wireless e Componentes Eletrônicos

Como Funciona?

Como Funciona?

O diodo é o mais simples dos dispositivos semicondutores, mas exerce um papel vital em sistemas eletrônicos, pois a partir desta descoberta foi possível a invenção dos transistores e circuitos integrados, os famosos chips.

O LED é um tipo particular de diodo, ou seja, semicondutor em estado sólido que converte energia elétrica diretamente em luz. A luz do LED é gerada dentro do chip, um material de cristal sólido, o chip gerador de luz é pequeno, geralmente com 0,25mm².

O princípio de funcionamento do LED baseia-se nos níveis de energia. Com esse tipo de dispositivo, a tensão aplicada leva os elétrons aos níveis mais altos de energia, que é devolvida, quando eles retornam para seus níveis originais, em forma de luz. Como elementos diferentes têm diferentes níveis de energia, a cor da luz irradiada (vermelha, verde, laranja, etc.) depende do material utilizado.

Desta forma, os nomes dos LEDs vem dos elementos da Tabela Periódica que os compõem.



O LED Branco


Existem três formas gerais de obtenção de luz branca nos LEDs:

- O primeiro método mistura diretamente luzes de três fontes monocromáticas, vermelhas, verdes e azuis (processo RGB – red, green, blue) para produzir uma fonte de luz branca através da combinação das três cores no olho humano.

- A segunda técnica usa um LED ultravioleta para excitar uma combinação de fósforos vermelhos, verdes e azuis.

- A terceira técnica usa um LED azul para excitar um ou mais fósforos emissores de luz visível. O LED é projetado para deixar “vazar” um pouco da luz azul entre o fósforo para gerar a porção azul do espectro, enquanto o fósforo converte a porção remanescente da luz azul em porções vermelhas e verdes do espectro. A resultante do processo é a luz branca.

Fonte: Workshop LED na Iluminação Arquitetural – Autores: Alexandre Gois e Alexandre Rautemberg

voltar     topo
iTech - Soluções em Wireless e Componentes Eletrônicos